Como tornar sua startup um negócio escalável?

Em um mercado cada vez mais volátil, as empresas têm trabalhado para se adequarem ao modelo de “negócio escalável”. Mas afinal, o que é isso? 

Para ser escalável, uma empresa deve ser capaz de elevar o faturamento sem que suas despesas sofram aumento equivalente. Uma empresa escalável é aquela que consegue expandir muito o seu número de clientes e/ou faturamento de forma acelerada, sem precisar aumentar seus custos na mesma proporção. Dessa forma, a rentabilidade do negócio é garantida com mais facilidade. 

E as startups devem ter a escalabilidade em seu DNA. Isso porque Investidores Anjo e fundos de Venture Capital têm como alvo startups e empresas em expansão que seguem o modelo de escalabilidade.  

Neste tipo de aporte, os investidores geralmente compram uma porcentagem da startup por um valor determinado – que pode variar de acordo com o valuation da empresa naquela rodada de investimento. Eles investem seu dinheiro e esperam que o valor da participação cresça conforme as operações da startup aumentam. 

Com uma empresa escalável, o crescimento pode acontecer muito mais rápido em comparação a empresas tradicionais. E como fazer isso? 

9 características essenciais de um negócio escalável 

Alex Osterwalder, autor do livro Business Model Generation e considerado o maior especialista em modelo de negócios do mundo, definiu 9 características fundamentais que um negócio escalável deve trabalhar: 

  1. Parcerias-chave: quais parceiros ajudarão a compor melhor essa oferta? 
  1. Atividades-chave: o que você faz que irá consistir no produto/serviço ofertado? 
  1. Recursos-chave: qual a infraestrutura, recursos ou serviços de base? 
  1. Proposta de valor: o que você oferece que é único no mercado? 
  1. Relações com os clientes: que tipo de relação você estabelece com o cliente? 
  1. Canais de comunicação e distribuição: como o produto chega até o cliente? 
  1. Segmentos de mercado: quem é o cliente final? 
  1. Estrutura de custos: quais drivers são geradores de custos? 
  1. Fontes de renda: quanto você cobra e quais são os drivers de receita? 

O meu negócio pode se tornar escalável? 

Se você tem dúvidas de que a sua startup pode ou não se tornar um negócio escalável, confira algumas características que representam esse tipo de modelo.  

  • Negócios escaláveis possuem mais facilidade na operação. Mesmo que o segmento seja de alta complexidade, as tecnologias e estratégias certas permitem que os processos sejam executados facilmente. 
  • Geralmente as empresas escaláveis possuem processos bem padronizados, ou seja, possuem uma linha de raciocínio estabelecidos têm potencial para se tornarem escaláveis. Mas nada impede que esse raciocínio seja repensado com o passar do tempo e de acordo com a necessidade. 
  • Modelos escaláveis geralmente são altamente replicáveis, ou seja, não existe uma personalização daquilo que é entregue ao cliente. Isso não quer dizer que você não deva oferecer um produto ou serviço com diferencial competitivo. 

Empresas tradicionais também podem atingir essa escala, mas isso pode levar décadas, enquanto uma startup escalável pode atingir esse volume entre 6 e 10 anos.  

Sobre o Autor   

A tegUP é uma aceleradora de startups e braço de inovação aberta da Tegma Gestão Logística. A aceleradora apoia startups e empresas de tecnologia transformadoras que ofereçam produtos, serviços e tecnologia relacionados ao universo da Logística, apresentem alto potencial de evolução e necessitem de algum tipo de suporte para acelerar seu crescimento.  

Saiba mais: www.tegup.com





© TegUP Ventures 2022. Todos os direitos reservados. Imagens meramente ilustrativas.

Siga-nos nas redes:

Facebook Linkedin Instagram
.